descartar roupasO processo fabril e têxtil exige uma diversidade de matérias-primas e subprodutos que simplesmente tornam a roupa, ao final do processo, algo totalmente não recomendado para ser descartado em lixeiras comuns. Quando bate aquela sensação de organização do armário e, no azar, não conhece ninguém que esteja precisando das roupas, organize-se para descartá-las.

Como descartar roupas?

O melhor destino para peças de roupa que não são mais desejadas é a reciclagem. Infelizmente no Brasil existem poucas iniciativas que acolham tecidos. Na Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n° 12.305/2010) declara-se que o consumidor final é o principal responsável pelo descarte apropriado.

Então, o que fazer?

Algumas marcas de roupa trabalham com a logística reversa, ou seja, possuem instrumentos de coleta de peças de roupa para reciclagem. A C&A e a Renner lançaram projetos pilotos com este objetivo, já há alguns anos. Também existem campanhas de doação de roupas estragadas para transformá-las em outras peças, como o projeto Meias do Bem, que manufaturou cobertores para pessoas em situações de rua.

Aos poucos estão surgindo iniciativas que mapeiam as marcas, famosas ou não, que se propõe a realizar a logística reversa. Como princípio do consumo sustentável, além da reciclagem também se preza a reutilização. Assim, existem várias dicas de como reutilizar os tecidos em outras peças, ou mesmo para produzir artigos decorativos como tapetes, ou mesmo estojos, carteiras, porta-copos, uma infinidade de artigos.

Caso isso pareça trabalhoso, existe um projeto instaurado em Curitiba, São Paulo e Porto Alegre conhecido como Banco de Tecido. É um banco onde a moeda de valor é o tecido usado. Ao ser avaliado e pesado, você adquire créditos para “sacar” outros tecidos ou trocar diretamente os seus.

Localmente, em diversas regiões do país, encontramos marcas de empreendedoras que acreditam na responsabilidade ambiental e investem na elegância sem precisar prejudicar as criaturas e o planeta em si. É através dessa consciência que a moda ecológica só cresce. Aqui na Estima Store não é diferente, prezamos pela moda ecológica e investimos em marcas que se preocupam em impactar cada vez menos o planeta. Acreditamos nessa consciência, quando adotamos animais ao invés de compra-los, quando escolhemos usar e consumir roupas feitas a partir de materiais sintéticos para substituir os de origem animal, comprando de quem trata com dignidade sua mão de obra e por fim, preocupa-se com o descarte. Só assim os ciclos da vida se renovarão para a manutenção da sobrevivência e bem-estar dos animais e dos recursos, assim como da espécie humana!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *